Rendimento da Poupança 2020 (Juros: Hoje, Mensal, Anual)

A poupança é um dos investimentos mais acessíveis a todos os brasileiros, consequentemente, um dos mais populares também. Pela facilidade em fazer movimentações e liquidez imediata, será que o rendimento da poupança continua sendo vantajoso?

Vivenciamos um cenário financeiro cheio de reviravoltas nos últimos cinco anos. Os rendimentos dos investimentos em renda fixa, por exemplo, sofreram grandes mudanças. E a poupança acabou sendo diretamente afetada com essa movimentação econômica.

Por essa razão, quem deseja investir na poupança no ano de 2020, precisará ficar atento e analisar se este, de fato, é o melhor momento para deixar o dinheiro parado nesta que é considerada a reserva de emergência mais popular do Brasil, sem nenhum tipo de cobrança extra por sua utilização.

Mas como conseguir avaliar se o rendimento da poupança está realmente vantajoso no atual cenário econômico do Brasil? Neste artigo, iremos avaliar todas as possibilidades através dos assuntos abaixo:

Rentabilidade mensal e anual da poupança

Antes de falarmos sobre a rentabilidade da poupança especificamente, precisamos entender como o cálculo funciona de fato.

Com uma taxa pré definida pelo Governo, todos os principais bancos do País possuem sua própria caderneta de poupança. O pagamento de juros da poupança acontece a cada aniversário mensal do depósito.

Entendendo o pagamento de juros da poupança

Por exemplo: Se você investir R$ 1.000,00 em sua poupança no dia 08/01/2020, os juros sob esse valor só serão depositados em sua poupança no dia 08/02/2020. Lembrando que, se o valor for retirado do investimento antes deste prazo, o pagamento dos juros não será realizado.

Ou seja, se você tiver colocado dinheiro na sua poupança cinco vezes em um mês, você terá cinco datas de aniversários diferentes para o cálculo dos juros mensais.

O rendimento da poupança 2020 é 3,50% ao ano

juros da poupança 2020 (hoje, mensal, anual)

E como fazer esse cálculo? Existem duas formas de calcular o rendimento anual da poupança. Tudo vai depende de como a economia do Brasil estiver naquele período.

Por isso, existem duas formas de calcular o rendimento da poupança:

  • Caso a taxa SELIC esteja abaixo de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança passa a ser o de 70% referente a taxa em vigor + Taxa Referencial (TR).
  • Se a taxa SELIC estiver no patamar de 8,5% ou superior a este valor, o cálculo para rendimento da caderneta de poupança será o de 0,5% ao mês + Taxa Referencial (TR).

Rendimento da poupança mensal é 0,29%

Atualmente, o cálculo anual deve ser feito em cima da primeira opção. O rendimento da poupança no ano de 2019 foi de 4,34%. Isso significa que, se você fez o depósito de R$ 100,00 em janeiro de 2019, em dezembro você teve o rendimento líquido de R$ 4,34. Nos últimos 12 meses variou bastante, e o rendimento da poupança em 2020 é 3,50% a.a..

Qual o rendimento mensal da poupança?

Esse valor poderá variar de acordo com o cenário da economia do País. A cada 45 dias, o Comitê da Política Monetária (COPOM) se reúne para discutir o atual cenário econômico brasileiro e definir qual a taxa SELIC ideal para o próximo ciclo trimestral.

Para se ter uma dimensão, somente no ano de 2019, o COPOM realizou três cortes da taxa básica de juros do Brasil (SELIC).

E os rendimentos da poupança, consequentemente sofreram mudanças durante este período. Segundo dados divulgados recentemente pelo Banco Central, foi o de 0,5% ao mês

Rendimento da poupança na Caixa, Itaú, Bradesco, BB…

Com essa movimentação que o mercado financeiro vem sofrendo ao longo dos anos, é normal que as pessoas façam a seguinte pergunta: Mas quais são os valores de rendimento da poupança no meu banco?

O que podemos afirmar é que, como a taxa de juros da caderneta de poupança é fixa, independente do banco ou instituição que o seu dinheiro esteja, os juros que serão pagos referente às suas aplicações serão os mesmos.

Ou seja: os grandes bancos, como Caixa Econômica Federal, Santander, Itaú, Bradesco ou Banco do Brasil terão o mesmo retorno sobre o valor em questão.

Juros da Poupança Caixa

A taxa SELIC nos últimos cinco anos

O rendimento da poupança, bem como a grande maioria dos produtos de renda fixa (que veremos em breve) estão quase que totalmente atrelados à Taxa Básica de juros do Brasil.

Podemos dizer também, que nos últimos cinco anos, a SELIC passou pelas maiores oscilações vistas no mercado recente, batendo números até mesmo da renda variável. Mas afinal de contas, o que é, de fato, a Taxa Selic? Porque ela influencia diretamente os investimentos?

A Taxa Selic, que significa Sistema Especial de Liquidação de Custódia, foi criada pelo Banco Central com o objetivo de ser a taxa básica de juros do Brasil. Ou seja, ela existe para que se exista um controle na emissão, na compra e venda de títulos diversos e inclusive, no controle da inflação brasileira.

Esse índice sofreu muitas oscilações nos últimos cinco anos, onde muitas delas estão atreladas à forte crise econômica que o País vem passando, no qual ainda tenta se reerguer nos dias atuais.

Durante o auge da crise, ainda no governo Dilma Rousseff, a Taxa Selic chegou a incríveis valores de 14,25%. E o que isso significou exatamente para a economia brasileira?

  • Inflação desenfreada
  • Investimentos em renda fixa totalmente favoráveis
  • Rendimentos da poupança pagando a taxa mensal de 0,5% + TR

Na última reunião do ano de 2016, o COPOM resolveu fazer o primeiro reajuste de valor na SELIC, desde 2015. O valor passou então, para 13,75%.

Após este reajuste, até os dias atuais, a taxa básica de juros brasileiros sofreu diferentes cortes. O primeiro impacto que a poupança sofreu, inclusive, foi na reunião entre setembro de 2017, onde foi marcada em 8,25%.

A partir daqui, as regras de rendimento da poupança foram modificadas para as normas que estamos nos dias atuais, onde nossa taxa marca até o momento o valor de 4,5%.

Rendimento da Poupança Banco Inter

CDB, LCI, LCA, Tesouro Direto – O que são?

Como uma alternativa de investimento à poupança, nos últimos anos, alguns títulos ganharam maior popularidade entre os pequenos investidores como o CDB, o LCI, o LCA e o Tesouro Direto. 

Todos esses investimentos estão atrelados à renda fixa, igualmente à poupança. Importante ressaltar que, apesar de diferentes características e opções de investimentos, todos os produtos que serão mencionados abaixo possuem a mesma segurança que a poupança.

Porém, cada um possui uma particularidade diferente, que vamos conhecer agora.

1- CDB (Certificado de Depósito Bancário)

Essa aplicação de renda fixa é oferecida por bancos ou corretoras de valores que queiram negociar títulos com o objetivo de fazer mais dinheiro em seus negócios.

Se a poupança usa a Taxa Referencial (TR) como indexador, o CDB utiliza o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) como referência para medir o quanto seus investimentos rendem, e conta com a cobrança do imposto de renda.

Os valores referenciais podem variar, mas a taxa do CDI costuma ser sempre 0,10% abaixo da Taxa Selic vigente.

2- LCI (Letra de Crédito Imobiliário)

Aqui, toda a aplicação que você fizer em títulos desta nomenclatura, estarão todos destinados para projetos relacionados ao mercado imobiliário brasileiro.

Com os rendimentos também atrelados ao CDI, as LCI’s costumam pagar um pouco menos do que os CDB’s de maneira bruta, mas não contam com o desconto do imposto de renda.

3- LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)

As LCA’s funcionam da mesma maneira que as LCI’s, com a diferença de que todos os valores aplicados em investimentos deste formato são destinados exclusivamente para o mercado de agronegócio.

4- Tesouro Direto

O Tesouro Direito, atualmente, é um dos investimentos mais populares do Brasil (ainda não ganha da poupança) e o mais seguro do Brasil, já que o valor alocado na B (Bolsa de Valores). Este é o investimento oficial do Tesouro Nacional.

Você, através desta aplicação, investe em títulos públicos, com diferentes objetivos: para curto, médio e longo prazo.

Em relação à cobrança, o investidor precisa pagar a taxa do imposto de renda sob os lucros obtidos com os títulos e a taxa de 0,25% para a B3 pela custódia do valor em questão.

Os investimentos podem ser feitos diretamente no site do Tesouro Direto, em Corretoras de Valores e também através dos bancos tradicionais.

Existem também algumas opções simples e práticas para que o investidor tenha uma rentabilidade maior que a da poupança nos dias de hoje, e que tenha uma liquidez imediata, igual à poupança.

Em algumas contas digitais, como o Nubank, os usuários podem utilizar a própria conta corrente como uma forma de poupança. Isso porque a start up faz com que o valor alocado na conta renda diariamente a uma taxa aproximada de 98% do CDI (descontando o IOF e o Imposto de renda), assim como sua “poupança”.

Quando a poupança vale a pena?

Ao compararmos o rendimento da poupança com outros produtos que garantem a mesma segurança e a mesma liquide (como o caso de alguns CDBs), é possível que você se pergunte se os investimentos na poupança valem a pena.

E o que podemos afirmar é que sim, existem alguns casos em que o dinheiro investido na poupança se torna até mais vantajoso do que alguns dos produtos listados neste artigo.

Se você possui dinheiro na poupança que tenha sido aplicado antes do ano de 2012, saiba que a rentabilidade pode ser maior extremamente vantajosa. Isso porque a “poupança velha”, como é intitulada, possui algumas regras e particularidades diferentes da caderneta que conhecemos e utilizamos atualmente.

O cálculo do rendimento para esses depósitos segue em vigor até os dias atuais. Portanto, se você não retirou o dinheiro da poupança desde aquela época, saiba que, enquanto a taxa Selic estiver abaixo de 8,5%, você estará tendo mais lucro.

Qual a diferença entre elas?

A “poupança velha” engloba todos os depósitos feitos na caderneta até o dia 03 de jmaio de 2012, e a maior diferença entre elas está na rentabilidade.

Enquanto no modelo atual, o rendimento da poupança está sendo 70% da Selic por conta das regras mencionadas anteriormente, na “poupança antiga”, a regra de rendimento de juros em 0,5% ao mês + TR se mantém.

Vale a pena investir em ações?

Rendimento de ações no longo prazo

Apesar deste tópico fugir um pouco sobre todo o histórico da poupança, não podemos deixar de falar sobre a renda variável.

O modelo de investimentos considerado mais agressivo no mercado, e que não apresenta estabilidade nenhum referente aos valores aplicados, pode ser uma boa alternativa para diversificação de patrimônio.

Conquistando números impressionantes desde o início de 2019, a Bolsa de Valores já conseguiu alguns feitos inéditos como por exemplo, bater o recorde de mais de 100.000 pontos.

Precisamos lembrar que este é um investimento completamente inverso à segurança que os rendimentos da poupança apresentam para os investidores.

Mas, se você tiver o perfil adequado e souber entender um pouco melhor sobre esse mercado, poderá ser uma excelente oportunidade para conquistar ganhos de maneira mais rápida no atual cenário financeiro do Brasil.

Conclusão

Neste artigo, pudemos explorar com mais detalhes todos os aspectos envolvendo a caderneta de poupança e a renda fixa em geral como:

  • Quais as principais taxas que envolvem a poupança atual
  • Quando a poupança vale a pena
  • Diferentes produtos de renda fixa
  • Opção alternativa para investimentos

O que podemos concluir, é que, se você tem a possibilidade de estudar sobre outras alternativas para deixar o dinheiro rendendo de maneira inteligente, deve retirar boa parte dele da poupança, já que os rendimentos atingidos nos dias de hoje já não conseguem ser tão atrativos como em outros tempos.

Em contrapartida, você pode conhecer diferentes opções que fazem a mesma função da poupança, garantem a mesma segurança e oferecem uma rentabilidade melhor.

Por isso, podemos entender que, você só deve deixar o seu dinheiro alocado na poupança, se de fato, ela estiver valendo a pena. Ou seja, ela estiver com os rendimentos da caderneta vigente até meados de 2012.

E você? Já conhecia algum desses investimentos? Qual deles parece ser o mais vantajoso para você? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Leave a Reply