Artigos

Após queda recorde na aprovação, Dilma e Berzoini recuam sobre controle dos meios de comunicação

Após queda recorde na aprovação, Dilma e Berzoini recuam sobre controle dos meios de comunicação

Em virtude da extraordinária quena na popularidade da Presidente Dilma Rousseff nos últimos meses, o governo se viu obrigado a recuar em uma série de medidas que vinha defendendo após as eleições.

Desta vez foi o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, que se viu forçado a abrir mão temporariamente de seu projeto mais ambicioso à frente do ministério. Berzoini admitiu que o governo não pretende apresentar uma proposta de marco regulatório das telecomunicações “neste momento”, mas defendeu que o assunto seja debatido.

Mas em comissão geral na Câmara dos Deputados, o ministro demonstrou não ter desistido completamente do projeto e afirmou que apresentará um cronograma de debate sobre o tema, e convidou os parlamentares a participar.

“Muito se falou nesses últimos dois ou três meses, que o governo teria uma proposta a apresentar”, disse o ministro aos deputados. “O governo não vai apresentar nenhuma proposta neste momento. Vamos abrir o debate”, declarou.

Berzoini, que disse ter a intenção de debater o tema com partidos da oposição e da situação, não deu um prazo para a divulgação do cronograma, defendendo que o debate ocorra sem “preconceitos ou pré-condições” sobre os pontos que podem ser “melhorados ou atualizados”.

Na prática, o projeto visa criar mecanismos de controle oficial dos meios de comunicação. Nas entrelinhas, Berzoini deixou claro que a relação do governo com o congresso não é a mais adequada no momento, além da queda da popularidade de Dilma junto à opinião pública.

@muylaerte

Artigos

More in Artigos

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato