Mundo

Presidente interino do Egito avalia o país

Presidente interino do Egito avalia o país

O presidente interino do Egito, Adli Mansur, se reuniu hoje (6) com o comandante das Forças Armadas e ministro da Defesa, Abdel Fatah Al Sissi, e com o ministro do Interior, Mohamed Ibrahim, para discutir a situação de segurança nas principais cidades do país.

Os confrontos iniciados desde o último dia 3, quando o presidente Mouhamed Mursi foi deposto, deixaram 30 mortos e mais de mil feridos. Apenas ontem (5), soldados do Exército egípcio dispararam contra partidários de Mursi que se aproximavam da Guarda Republicana, no Cairo. Pelo menos 12 pessoas morreram nessa sexta-feira.

Mansur, nomeado na última quarta-feira (3), horas depois do presidente Mursi ser retirado do cargo pelas Forças Armadas, também se encontrou com representantes da oposição a Mursi, como Mohamed El Baradei, oposicionista e Nobel da Paz; o islamita moderado Abdel Moneim Abul Futuh; o secretário-geral do partido salafista, Galal Morra; e integrantes do movimento Tamarrod (que significa rebelião).

A deposição de Mursi, primeiro presidente democraticamente eleito, há um ano no poder, foi rejeitada pela Irmandade Muçulmana. O líder da Irmandade Muçulmana, Mohamed Badie, disse que os apoiadores de Mursi vão permanecer nas ruas até que ele seja reconduzido ao poder.

Além da violência no Cairo, também ocorreram confrontos fora da capital. Na cidade de Qina, no Sul do país, soldados dispararam contra manifestantes partidários de Mursi que tentavam invadir um prédio. Pelo menos duas pessoas ficaram feridas. A violência também tomou as ruas de Alexandria, a segunda maior cidade do Egito, ao Norte do país.

Internacional

Mundo

More in Mundo

  • Barack Obama afirma que “Legalizar a maconha não é a fórmula mágica”

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quinta-feira, durante visita à Jamaica, que legalizar a maconha não...

  • Ataque mata pelo menos 20 em mesquita no Iraque

    Pelo menos 20 pessoas morreram nesta sexta-feira, dia 19, em um ataque à bomba contra uma mesquita sunita ao norte de Bagdá, no Iraque. De acordo com fontes locais, o atentado ocorreu durante a oração do meio-dia e atingiu a mesquita da cidade de Wajihiyah. Outras 40 pessoas ficaram feridas. Ontem à noite,...

  • Representante da ONU no Iraque condena bombardeios e faz apelo por paz

    O representante especial do secretário-geral da ONU no Iraque condenou, nos termos mais fortes, neste domingo, uma série de ataques suicidas, carros-bomba e outros atos violentos. Em nota, Martin Kobler ressalta que os ataques mataram civis e deixaram outras “centenas de pessoas inocentes feridas”. Segundo agências de notícias, pelo menos 30 pessoas morreram...

  • Família de ex-presidente deve processar comandante das Forças Armadas do Egito

    A família do ex-presidente do Egito Mouhamed Mursi, deposto no início do mês, disse hoje (22) que planeja processar o comandante das Forças Armadas do país, general Abdel Fatah Al Sisi, acusando-o de ter “raptado” o ex-chefe de Estado.A filha do presidente deposto, Shaimaa Mursi, disse que a família está “tomando medidas...

  • Cinco pessoas são condenadas à prisão pelo acidente no Costa Concordia

    Quatro tripulantes do navio Costa Concordia e um funcionário da empresa foram condenados à prisão na Itália...

  • ONU precisa de US$ 8,6 bilhões extras para cobrir ações humanitárias em 2013

    A subsecretária-geral da ONU para Assistência Humanitária informou que a organização está à procura de US$ 8,6 bilhões extras para cobrir operações de emergência em 2013. A quantia equivale a mais de R$ 17 bilhões. Em entrevista a jornalistas, nesta quarta-feira em Genebra, Valerie Amos, disse que serão necessários ao todo US$ 13...

  • Premier italiano define como ‘vergonhoso’ ataques a Cecile Kyenge

    O primeiro-ministro da Itália, Enrico Letta, definiu nesta segunda-feira como “uma página vergonhosa” o episódio de racismo envolvendo o senador Roberto Calderoli, do partido Liga Norte, e a ministra da Integração, Cecile Kyenge. “Uma página totalmente vergonhosa. Faço um apelo a Maroni para que vire rapidamente esta página, senão entraremos em uma...

  • Bomba da 2ª Guerra encontrada na Hungria obriga moradores a deixar suas casas

    Pelo menos 10 mil moradores, da cidade de Szekesfehervar, na Hungria, foram retirados dos locais onde vivem por policiais. Os policiais evacuaram a área porque foi encontrada uma bomba da 2ª Guerra Mundial perto de um jardim de infância. A bomba, que tem aproximadamente 100 quilos, é de fabricação da antiga União...

  • Normas de concessão de asilo a Snowden devem ser usadas para senador boliviano

    Brasília – Na tentativa de encerrar o impasse envolvendo o senador de oposição da Bolívia Roger Pinto Molina, de 53 anos, há 13 meses abrigado na Embaixada do Brasil em La Paz, o governo brasileiro deve aplicar os argumentos para a concessão de asilo, aprovados na Cúpula do Mercosul. Há cinco dias,...

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato