Tecnologia

Samsung define ações para melhorar condições de trabalho na China

Samsung define ações para melhorar condições de trabalho na China

A Samsung anunciou nesta segunda-feira (26) algumas medidas para aprimorar as condições de trabalho nas fábricas de seus fornecedores na China. Em setembro, a organização não governamental “Child Labor Watch” apontou alguns problemas nas condições de trabalho nas fábricas de fornecedores da companhia. Um dos pontos levantados pela entidade foi a exploração de trabalho infantil.

Em resposta a essas acusações, uma equipe de 121 profissionais da Samsung conduziu uma auditoria de quatro semanas em 105 fornecedores da companhia na China, cobrindo aproximadamente 65 mil funcionários. Segundo a Samsung, o trabalho teve como objetivo garantir que as práticas desses fornecedores estavam em conformidade com as leis trabalhistas e os padrões de conduta da empresa.

A Samsung informou que não encontrou nenhum caso de exploração de trabalho infantil durante a auditoria. No entanto, o processo identificou diversos casos de práticas inadequadas nas fábricas, incluindo horas extras que ultrapassam o limite estabelecido pela legislação local e a adoção de um sistema de multas para atrasos ou ausência. Nesses casos, a empresa está criando novas políticas que incluem a ampliação das equipes nessas instalações e a revisão da política de horas extras.

A fabricante sul-coreana também informou que está revendo as práticas de outros 144 fornecedores na China, trabalho que será concluído no fim do ano. Para 2013, a empresa continuará a monitorar as condições de trabalho de 249 fornecedores no país por meio de uma empresa terceirizada de auditoria.

Domínio do Fato Tecnologia

Tecnologia

More in Tecnologia

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato