Negócios

Produtores reclamam dos prejuízos causados pela seca em Formiga, MG

Produtores reclamam dos prejuízos causados pela seca em Formiga, MG

A terra vermelha marca o que antes eram as margens do Lago de Furnas. Em algumas propriedades rurais no município de Formiga, a água recuou 500 metros.

Braz Gonzaga é um dos produtores que depende da irrigação para produzir. Na plantação de jiló e abóboras não sobrou quase nada.

O produtor entrega hortaliças para o programa Merenda Escolar, do Governo Federal, mas sem dinheiro para renovar a lavoura, ele teme perder o benefício.

Os problemas também são vistos na pecuária. Braz e a maior parte dos produtores levam o gado até às margens pelo menos duas vezes por dia. Muitos animais estão morrendo atolados na terra onde antes era o fundo do lago.

Em algumas comunidades rurais de Formiga, o nível da água baixou até 40 metros, segundo a Secretaria de Agricultura.

Quase 80% das propriedades do município dependem direta ou indiretamente da água do Lago de Furnas, mas em algumas fazendas só restou lama.

Na fazenda Boa Esperança, Alcindor de Paula perdeu 40 mil pés de tomate. A previsão era colher na lavoura de 7,5 hectares, 10 mil caixas do fruto, mas com o prejuízo, ele não conseguirá plantar uma nova lavoura. “Perdi, pode-se dizer, tudo”, conta desanimado.

De acordo com a Associação dos Municípios da Beira do Lago de Furnas, esta é a pior seca dos últimos 10 anos.

O lago deve demorar pelo menos dois anos para recuperar o volume normal de água.

Mais Economina & Negócies em Domínio do Fato

Negócios

More in Negócios

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato