Negócios

Estoque de emprego no comércio de SP sobe 0,7% em agosto, diz entidade

Estoque de emprego no comércio de SP sobe 0,7% em agosto, diz entidade

O comércio varejista da Região Metropolitana de São Paulo criou 6.615 novos postos de trabalho em agosto, aponta nesta terça-feira (27) a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), em análise de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Foram 49.254 novos contratados e 42.639 desligados, com estoque final de 993.464 empregados, uma alta de 0,7% em comparação a julho.

Na comparação entre agosto de 2012 com agosto de 2011, o estoque de empregados é 2,9% superior.

Observando o número de admitidos, foram criadas 2.764 vagas, acréscimo de aproximadamente 6% em relação ao mês anterior.

Por outro lado, os 42.639 funcionários demitidos em agosto superaram os 42.234 desligados em julho.

Rotatividade
No mês de agosto, a taxa de admitidos e demitidos ficou em 5% e 4,3%, respectivamente. Os setores que mais contrataram continuam sendo os de vestuário, tecidos e calçados e supermercados (alimentos e bebidas), com taxas de 6,3% e 5,4%, respectivamente.

A rotatividade no comércio geral ficou em 4,6% em agosto. Sendo os segmentos de vestuário, tecidos e calçados (5,9%) e supermercados – alimentos e bebidas (5%) também responsáveis pela maior taxa de rotatividade de agosto.

Para ler mais notícias do G1 Economia, clique em g1.globo.com/economia. Siga também o G1 Economia no Twitter e por RSS.

Mais Economina & Negócies em Domínio do Fato

Negócios

More in Negócios

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato