Brasil

Energia da sede da Cagepa segue cortada em João Pessoa, diz Energisa

Energia da sede da Cagepa segue cortada em João Pessoa, diz Energisa

O fornecimento de energia na sede administrativa da Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa), localizada no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa, segue suspenso. A informação foi dada pela assessoria da Empresa Concessionária de Energia Elétrica no estado (Energisa) no início da noite desta terça-feira (27).

Em nota, a assessoria da Energisa disse que o corte no fornecimento de luz da Cagepa não afetará as atividades operacionais da Companhia e que, por isso, a população não será prejudicada. A concessionária de energia elétrica na Paraíba reafirma o “clima” de negociação e diz esperar da Cagepa uma proposta “séria e consistente” para a quitação do débito.

A Cagepa, por sua vez, disse que a energia da sede administrativa do órgão foi cortada por aproximadamente 40 minutos, sendo religada por volta das 11h30 desta terça. A Energisa, no entanto, negou que qualquer religação tenha sido feita pela concessionária.

Ainda de acordo com a assessoria da Energisa, houve uma tentativa de negociação do débito entre a Cagepa e a empresa, mas não se chegou a um acordo. O G1 tentou entrar em contato com a Cagepa para confirmar se a luz da Companhia já tinha sido religada, mas as ligações não foram atendidas.

A energia da Cagepa foi cortada, segundo a Energisa, por causa de um débito que está em aberto desde o dia 30 de outubro deste ano. Foi feita uma notificação via carta e dois contatos diretos com a companhia antes do corte, sendo um antes e outro após o vencimento, conforme a resolução 414 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A assessoria de imprensa da Cagepa explicou na manhã desta terça-feira que a conta vencida é no valor de R$ 4 milhões. Após 27 dias do vencimento, a energia da sede administrativa da Cagepa foi cortada por aproximadamente 40 minutos, sendo religada por volta das 11h30 desta terça, de acordo com a assessoria da companhia. Ainda segundo a Cagepa, no momento da interrupção a diretoria da companhia de água entrou em contato com a diretoria da Energisa para negociar o débito.

Para ler mais notícias do G1 Paraíba, clique em g1.globo.com/paraiba. Siga também o G1 Paraíba no Twitter e por RSS.

Domínio do Fato – Mais Notícias do Brasil

Brasil

More in Brasil

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato