Negócios

Confiança do setor de serviços tem 3ª alta seguida em novembro, diz FGV

Confiança do setor de serviços tem 3ª alta seguida em novembro, diz FGV

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV) registrou a terceira alta seguida e avançou 3,2% em novembro sobre outubro, na série com ajuste sazonal, superando a média histórica pela primeira vez desde maio deste ano. O indicador passou de 121,5 para 125,4 pontos, divulgou nesta terça-feira (27) a fundação.

Com o resultado, o índice confirma a aceleração gradual do setor, avalia a FGV.

O Índice da Situação Atual (ISA-S) subiu 4,5% e o Índice de Expectativas (IE-S) avançou 2,3%.

O acréscimo no ISA-S foi influenciado, sobretudo, pela elevação de 4,6% no indicador que mede o volume de demanda atual, diz a FGV. O indicador de situação atual dos negócios avançou expressivos 4,3%. A proporção de empresas que percebem a demanda atual como boa passou de 13,7% para 17,4% entre outubro e novembro, enquanto a parcela das que a consideram ruim reduziu-se de 20,9% para 20,3%.

Já a maior influência do aumento do IE-S foi o indicador que mede o grau de otimismo dos empresários em relação à demanda prevista nos meses seguintes, com elevação de 4,2%.

A proporção de empresas que preveem uma demanda maior aumentou de 43,6% para 48,4%, enquanto a parcela daquelas prevendo piora no quesito diminuiu de 4,3 % para 3,2%.

O quesito tendência dos negócios para os próximos três meses aumentou ligeiramente (0,5%), com a proporção de empresas prevendo uma situação melhor passando de 48,4% para 50,2%, enquanto a parcela das que esperam uma piora neste quesito aumentou de 2,9% para 4%, afirma a FGV, em comunicado.

Para ler mais notícias do G1 Economia, clique em g1.globo.com/economia. Siga também o G1 Economia no Twitter e por RSS.

Mais Economina & Negócies em Domínio do Fato

Negócios

More in Negócios

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato