Negócios

Bovespa perde força e opera perto da estabilidade

Bovespa perde força e opera perto da estabilidade

Após operar no positivo na maior parte do pregão, a Bolsa de Valores de São Pauo (BM&FBovespa) perdeu força e passou a operar perto da estabilidade na tarde desta terça-feira (27), dia em que líderes globais chegaram a um acordo sobre um plano para reduzir a dívida da Grécia, permitindo a liberação de nova parcela de resgate para o país.

Às 16h34 (horário de Brasília), o Ibovespa caía 0,25%, aos 56.594 pontos.

Lideravam as baixas os papéis da Sabesp, Braskem e Cesp.

As ações da B2W subiam mais de 18% após analistas do Bank of America Merrill Lynch elevarem a recomendação e o preço-alvo para o papel.

As medidas, que incluem uma extensão dos prazos de vencimento dos empréstimos, um corte nas taxas de juros pagas pela Grécia e uma recompra de dívida, devem reduzir o endividamento do país “substancialmente abaixo” de 110% do PIB em 2022, informou o Eurogrupo em comunicado após a reunião. Os ministros de Finanças da zona do euro e o Fundo Monetário Internacional (FMI), no entanto, se recusaram a aceitar um abatimento da dívida.

Na segunda-feira, o Ibovespa, principal índice do mercado acionário brasileiro, recuou 1,45%, a 56.737 pontos, após ter acumulado alta de quase 4% na última semana.

Bovespa ajustará em meia hora o pregão a partir de dezembro
A partir da próxima segunda-feira (3), a BM&FBovespa estenderá em meia-hora o horário do pregão regular de negociação de ações, segmento Bovespa. Dessa forma, o pregão passa a funcionar de 10 horas às 17h30. Atualmente, o pregão ocorre de 10h às 17h.

O After Market continuará a operar de 18h às 19h30, passando a ter sua pré-abertura de cinco minutos, das 18h as 18h05.

Para ler mais notícias do G1 Economia, clique em g1.globo.com/economia. Siga também o G1 Economia no Twitter e por RSS.

Mais Economina & Negócies em Domínio do Fato

Negócios

More in Negócios

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato