Brasil

Polícia Civil prende 8 em Primavera do Leste

Polícia Civil prende 8 em Primavera do Leste

DA REDA??O

Uma operação realizada pela Polícia Civil em Primavera do Leste (cidade a 230 quilômetros da Capital) resultou na prisão de oito pessoas envolvidos com diversos crimes – roubos, furtos e receptação incluindo de veículos e envolvidos com latrocínio (roubo seguido de morte). Os policiais apreenderam um caminhão e uma motocicleta, furtados no município.

Segundo os policiais, a Operação Resposta iniciou iniciou com a recuperação de um caminhão Mercedez Benz, furtado em um posto de gasolina da cidade, no dia 21 de novembro de 2012.

O veículo foi localizado abandonado na zona rural, em uma estrada vicinal de acesso a Vila União, aproximadamente 15 km, do centro de Primavera do Leste. Os suspeitos perceberam a ação da equipe de policiais e foragiram.

Em seguida, policiais civis prenderam por tráfico de drogas e associação para o tráfico dois suspeitos com diversas passagens por crime de roubo nos municípios de Campo Verde e Barra do Garças. Com a dupla foram apreendidos aproximadamente 200 gramas de cocaína, apetrechos para preparo do entorpecente e um bloco com anotações de usuários.

Na sequência, prenderam um jovem de 20 anos apontado em pelo menos quatro roubos a estabelecimentos comerciais no município. Com ele, foi apreendida uma motocicleta CG Titan cinza, roubada em 18 de outubro de 2012. Na Delegacia, ele acabou confessando a participação nas ações criminais.

Com um cúmplice os policiais apreenderam um revólver calibre 38 usado nos assaltos. Dois rapazes, suspeitos de receptação também foram presos, fechando o círculo vicioso. Os dois eram responsáveis por adquirirem os produtos roubados pelos assaltantes.

Os policiais prenderam também os primos V.P.N. de 36 anos e W.P. de 33, acusados de participar do latrocínio que vitimou o vendedor de joias, José Maria Gomes ocorrido no início de outubro onde a vítima foi assassinada após ter joias roubadas. Na investigação, já estão presas Patrícia Santos Ferreira e sua irmã, em Rondonópolis, desde o dia 29 de outubro onde o crime ocorreu.

As investigações apontam que os dois primos foram os executores do crime e a mulher se passou por cliente para atrair a vítima. Todos vão responder por sequestro e latrocínio.

O crime aconteceu no dia 03 de outubro deste ano. O comerciante de joias foi carbonizado dentro de seu veículo, na Gleba do Rio Vermelho, na zona rural de Rondonópolis.

Notícias do Brasil em Domínio do Fato – Veja Mais Aqui!

Brasil

More in Brasil

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato