Brasil

Macarrão deve ficar mais dois anos e meio na cadeia

Macarrão deve ficar mais dois anos e meio na cadeia

Após assentenças serem proferidas pela juíza Marixa Fabiane, no Fórum de Contagem, no início da madrugada deste sábado (24), as defesas dos dois acusados do desaparecimento e morte de Eliza Samudio disseram que vão recorrer da decisão.

O advogado de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, deve sair da Penitenciária Nelson Hungria, também em Contagem, daqui a dois anos e meio se ganhar progressão para o regime semi-aberto. Segundo Leonardo Diniz, quando ele cumprir 2/5 dos 12 anos por homicídio triplamente qualificado e 1/6 da pena de três anos pelo sequestro da vítima e seu bebê, Macarrão pode ser beneficiado.


Mesmo assim, Diniz afirmou que deve recorrer apesar de ter aprovado a pena.


— Vamos recorer, mas temos sensação do dever cumprido.


O mesmo deve fazer Carla Silene, defensora da ex-amante do goleiro Bruno, Fernanda Castro, condenada a cinco anos de prisão em regime aberto pelo sequestro e cárcere privado de Eliza e seu filho.


Neste caso, Fernanda deve cumprir a pena em uma casa de albergado, um presídio de segurança mínima, ou na própria casa. Ela permanece no local apenas para dormir e aos finais de semana.


A defensora disse, logo após o final do júri, que sua cliente não volta para a prisão e deve recorrer da decisão da magistrada em liberdade.


Notícias do Brasil em Domínio do Fato – Veja Mais Aqui!

Brasil

More in Brasil

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato