Brasil

62% dos brasileiros tomam sol sem nenhuma proteção

62% dos brasileiros tomam sol sem nenhuma proteção

DO IG SA?DE

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) realizou um levantamento com 30 mil brasileiros de todos os locais do País e detectou que 62% não passam filtro solar antes de tomar sol.

Pelos dados, tabulados a pedido do iG Saúde , o maior índice de negligência com os raios solares está no Amazonas, onde 77% afirmaram se expor ao sol sem proteção. Em seguida, Pará (74%), Distrito Federal (73%), Ceará (71%) e Espírito Santo (70%) complementam o ranking de estados com a população mais ameaçada pelos problemas decorrentes da exposição solar desprotegida

“As pessoas ainda precisam se conscientizar sobre a importância do protetor solar”, afirma Marcus Maia, coordenador do Programa Nacional de Controle do Câncer da Pele da SBD.

“Além do preço, outras razões prejudicam o uso do filtro. As pessoas não aplicam corretamente, nem reaplicam como deveriam. Também existe resistência dos homens para usar o filtro solar”, completa.

Uma das principais sequelas da exposição desprotegida é o câncer de pele. A doença, de acordo com a projeção do Instituto Nacional do Câncer (Inca) deve terminar o ano de 2012 com 134 mil novos casos.

Segundo o Inca, a incidência continua altíssima no País e o câncer da pele é ainda o tumor que mais atinge brasileiros, representando 25% de todos os tumores malignos. Por conta disso, o dia 24 de novembro foi escolhido como a data nacional de combate ao câncer de pele, época em que a exposição solar tende a ficar mais frequente devido às férias.

Não apenas os bloqueadores solares protegem contra os raios ultravioleta. “O uso de chapéu e camiseta, principalmente nas cores vermelha e azul, que são mais protetoras, e de fibras sintéticas, como poliéster e poliamida, ajudam a proteger contra o câncer de pele”, orienta Maia.

Para ampliar a conscientização sobre a importância da prevenção à doença, a SBD promove neste dia 24 ações em 145 postos em todo o Brasil. Serão realizados atendimentos por profissionais para avaliar as pintas – primeiros sinais do câncer de pele – e a presença de câncer (para saber os endereços é só acessar o site da SBD  ou ligar para 0800-7013187).

No ano passado, entre as 30 mil pessoas avaliadas, foi detectado que 13% tinham câncer . Desde que as ações começaram em 1999, o índice de tumor diagnosticado quase dobrou, já que a taxa na estreia foi de 7,5%.

“Uma das possibilidades para este aumento é o comportamento das pessoas, que ainda não receberam a mensagem adequada sobre proteção solar. Outra possibilidade é a longevidade. As pessoas estão vivendo mais tempo, e o câncer da pele se predispõe a ocorrer mais nas pessoas idosas”, avalia Marcus Maia.

Dados coletados no Brasil entre 1999 e 2011

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Notícias do Brasil em Domínio do Fato – Veja Mais Aqui!

Brasil

More in Brasil

Informação com independência editorial.

Copyright © 2016 Dominio do Fato